?

Log in

No account? Create an account
entradas amigos calendário info alter ego mais antigo mais antigo mais recente mais recente
Guil
eheheheh...

Depois de ter visto o Art Test que a lightstripping descobriu, fui experimentar e deu-me o seguinte resultado:

If I were a work of art, I would be M. C. Escher's Lizards.

I am a bizarre juxtaposition of the real and the unreal. Based in the realm of mathematics, my two-dimensional appearance belies a complex and free-willed behaviour which both delights and confuses people.

Which work of art would you be? The Art Test



Por acaso, gosto muito do Escher e desta gravura em particular, por isso isto até parece que funciona mesmo... :-)

Parece que estamos na test season, anda toda a gente a fazer testes...
O mais estranho até agora é o que a lightstripping tem também no seu post - o teste para descobrir que álbum da Tori Amos nós somos... (eu sou o Boys For Pele, já agora...)

Alguém se candidata a descobrir algo mais bizarro?
comentar
Alguém me explica porque é que nos últimos dias não consigo parar de ouvir o "My Sweet Lord" do George Harrison e o "Jesus' Blood Never Failed Me Yet" do Gavin Bryars?
Ponho em repeat e vou deixando a música repetir outra e outra e outra e outra vez enquanto trabalho... (no caso do Gavin Bryars dá para trabalhar muito que a música tem 20 minutos... ;-) )

Não é um ataque súbito de espiritualidade... Cá para mim é porque são mesmo músicas muito fortes - aquele riff do Harrison feito em slide arrepia-me cada vez que o ouço e a voz do velhote a cantar no "Jesus Blood'..." é de tornar crente até o mais ateu dos ateus!...

Ufff...

Tags:
mood: happy happy
a ouvir: George Harrison - My Sweet Lord

comentar