?

Log in

No account? Create an account
entradas amigos calendário info alter ego mais antigo mais antigo mais recente mais recente
Guil
Posts recentes da leave e do innersmile levaram-me a recordar os meus tempos de infância e o meu pânico terrível de mergulhar a cabeça debaixo de água...

Quando era miúdo, os meus pais meteram-me na natação. Foi durante anos o meu maior martírio. Duas vezes por semana, a hora da natação era uma angústia enorme, eu ia o caminho todo no banco de trás com um aperto cá dentro, chegava a fazer birra, a agarrar-me ao carro com toda a força porque não queria sair e ir lá para dentro.

Para começar, o ambiente da piscina enervava-me. Os balneários frios, os outros miúdos que eu não conhecia de lado nenhum e que também não faziam esforços por me conhecer, dado que eu não era propriamente o melhor nadador do mundo... Tudo isso não ajudava à partida.

Mas o meu principal problema nem era esse - era mergulhar. Desde sempre tive pânico de mergulhar. Cresci numa praia, vivi sempre junto do mar, mas sou incapaz de me aguentar com a cabeça debaixo de água. Ainda hoje, sempre que me forço a fazê-lo, por saber que isto é irracional e que não há perigo nenhum, sinto uma sensação terrível, asfixiante, como se tivesse imediatamente de ir à superfície sob o risco de morrer logo ali, com falta de ar.

Obviamente, a minha passagem pelas aulas de natação nunca foi muito bem sucedida. Invariavelmente, passava os dias sozinho num canto da piscina agarrado a uma daquelas pequenas pranchas de esferovite a tentar nadar respirando com a cara debaixo de água (inspira cá fora, expira lá dentro, inspira cá fora, expira lá dentro), mas parando sempre a meio, assustado, nervoso e mortinho por me ir embora. Só não era gozado pelos outros miúdos porque eles pura e simplesmente já me ignoravam...


Não sei bem de onde vem este medo. Desconfio que seja por quase me ter afogado numa piscina quando era bebé, num momento de distracção dos meus pais. Qualquer coisa deve ter ficado registada cá dentro, algo subconsciente que me faz sentir ainda hoje pânico quando me vejo lá debaixo...

mood: lazy lazy
a ouvir: David Bowie - The Man Who Sold The World

ler 5 comentários | comentar